Bem-vindo ao
seu laboratório
Reacções adversas das vacinas contra a COVID-19
18-05-2021

Segundo o último relatório do Infarmed, foram notificadas 5660 reações adversas à vacina contra a covid-19, tendo sido registadas 35 casos de morte (idosos com diversas comorbilidades), sem relação causa-efeito estabelecida, para um total de 4655370 doses administradas.

A maior parte (72,9%) referentes são à vacina da Pfizer/BioNtech, com 4129 casos, seguindo-se a da AstraZeneca (Vaxzevria), com 1234, e a da Moderna, com 302.

Os dados do Infarmed indicam ainda que por cada mil doses administradas foram comunicadas 1,34 reações no caso da Pfizer, 1,05 no caso da AstraZeneca (Vaxzevria), 0,66 referentes à Moderna e 0,05 à vacina da Janssen.

As 10 reações mais notificadas referem-se a casos de dores musculares/articulares (2.620), cefaleias (1.717), febre (1.566), astenia/fraqueza/fadiga (965), náuseas (672), tremores (587), linfadenopatia (512), ou seja, alterações/aumento dos gânglios, eritema/aczema/rash (406) e parestesias, ou seja, sensação de formigueiro ou picadas (400).

No relatório, o Infarmed lembra ainda que a vasta maioria destas reacções adversas a medicamentos "são observadas em geral em qualquer processo de vacinação".

Reacções adversas das vacinas contra a COVID-19
Morada
Rua Álvares Cabral, 77 R/C
4400-017 Vila Nova de Gaia
Portugal

geral@lacgaia.pt
+351 223 752 698
Horário
Segunda a Sexta-feira
7:30h - 18:30h

Sábado
8:30h - 12:00h
Laboratório licenciado
Licença nº4/2006